Notícias

Notícias


#SeminarioFESPSP

03/10/2017

GT05 – Espaço público da informação e cultura: variações e diversidade conceitual, como o discurso sobre o urbano compreende e atua sobre a cidade

Grupo de Trabalho coordenado pelas professoras Tania Callegaro e Maria das Mercês Apóstolo (FESPSP), quatro pesquisadores apresentam seus trabalhos.

As atividades do Seminário FESPSP 2017 terminaram, neste ano nós discutimos As Incertezas do Trabalho. Na reunião do Grupo de Trabalho 05, na quinta-feira, 5 de outubro, os pesquisadores Marina Luiza Maschietto (FESPSP), Julia Alves dos Santos (FESPSP), Felipe Julio Lorenzi (FESPSP) e Toni William Barbosa dos Santos (USP) submeteram seus trabalhos para discussão. A mesa foi coordenada e debatida pelas professoras Tania Callegaro e Maria das Mercês Apóstolo, ambas da FESPSP.

 

Em sua pesquisa intitulada “Análise da obra ‘O problema das bibliotecas brasileiras’ aplicada ao Sistema Municipal de Bibliotecas de São Paulo”, Marina Luiza Maschietto, graduanda pela FESPSP, fez uma “comparação entre os problemas e considerações sobre bibliotecas públicas apontados na obra de Rubens Borba de Moraes, datada de 1943, com as considerações coletadas em entrevistas com algumas bibliotecas integrantes do Sistema Municipal de Bibliotecas de São Paulo. Dessa forma, avaliam-se quais problemas e apontamentos existiam anteriormente e foram dizimados e no caso do surgimento de novos problemas, quais são eles e de que forma são identificados e/ou vistos pelos bibliotecários entrevistados dentro de suas respectivas Unidades de Informação”.

 

Já a graduanda Julia Alves dos Santos (FESPSP) dissertou sobre “Bibliodiversidade: conceitos e abordagens”, onde verificou “os resultados da pesquisa desenvolvida no programa de iniciação científica – PIBIC-FESPSP 2016-2017 que teve por objetivo identificar o conceito da Bibliodiversidade e suas abordagens, a primeira sendo por meio da biblioteca pública e a segunda pelas editoras independentes. Essa temática foi estudada pelo processo de desenvolvimento de coleções das bibliotecas de bairros, que é realizado na unidade central do Sistema Municipal de Bibliotecas - SMB com base na seguinte questão: Quais atividades do processo de desenvolvimento de coleções tem a contribuição da bibliodiversidade? Para se analisar a presença da bibliodiversidade nas coleções foi escolhida então a biblioteca pública de bairro Paulo Duarte temática em cultura Afro-brasileira, considerando já o acervo diferenciado das outras bibliotecas de bairros, foi identificado então com base na pesquisa ao catálogo online do SMB, que as editoras contempladas na aquisição de 2016, principalmente as editoras independentes que defendem a bibliodiversidade tem uma presença consideravelmente pequena na quantidade de obras”.

Felipe Julio Lorenzi, FESPSP, falou sobre “Repensando as problemáticas e perspectivas na (re)implantação de um arquivo público municipal”, sua pesquisa que trata sobre “(re)implantação e o funcionamento dos Arquivos Públicos Municipais brasileiros, a partir de um estudo de caso – o Arquivo Público Municipal de Chapecó/SC –, enquanto espaços de guarda e gestão documental, afim de contribuir com as discussões a respeito da implementação e gestão desses Arquivos e seus impactos para com a sociedade. Por meio da bibliografia disponível, foram balizados os parâmetros adequados para a implementação e desenvolvimento dos espaços públicos de Arquivo, bem como os cuidados necessários para a preservação e conservação desses acervos”.

“Cultura digital e a cidade de São Paulo: Digressões sobre Periferia, Política pública, coletividade e tecnologia” foi o tema de pesquisa apresentado pelo mestrando Toni William Barbosa dos Santos, em que “analisa os modos de utilização, apropriação e acesso às Tecnologias da informação e comunicação, por indivíduos e coletivos que atuam através da cultura em territórios de alta vulnerabilidade localizados no município de São Paulo. A visão sobre cultura digital abordada na presente investigação refere-se a formas de produção, difusão e mediação culturais que ocorrem em contextos tecnológicos, em redes digitais. O recorte aqui proposto baliza ações de coletivos culturais que ocorrem na zona Leste da cidade durante a primeira e a segunda década do Século XXI”.

 

Seminário FESPSP 2017

Tradicional no calendário de eventos de pesquisas acadêmicas, o Seminário FESPSP (Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo) na edição 2017 discutirá as Incertezas do Trabalho, em um momento singular na política nacional e no cenário global, em meio a discussões de Reformas Trabalhistas e Previdenciárias em vários países e à aproximação de uma 4ª Revolução Industrial, que já está mudando a forma como lidamos com o trabalho, de formas positivas e negativas. As Conferências, os minicursos, os grupos de trabalho e as reuniões da Cicla das 5 acontecerão entre os dias 2 e 5 de outubro, no campus FESPSP (Rua General Jardim, 522 – Vila Buarque – São Paulo/SP). Saiba mais sobre a programação e as inscrições aqui.

 




Veja Mais

Mapa do site

FESPSP
Institucional
Biblioteca
Tecnologia
Pesquisa
Extensão
Eventos
FAQ
Estude na FESPSP
Graduação
Pós-Graduação
Extensão
Debates Contemporâneos
 
2ª via do boleto/cartão
Agência FESPSP
Artigos
Comunicado
Eventos
FESPSP na mídia
Notícias
Palestras
Publicações
Seminário FESPSP 2017
Contato
Fale Conosco
Trabalhe Conosco
Localização
Ouvidoria

FESPSP nas redes sociais

FESPSP - Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo

Rua General Jardim, 522
Vila Buarque - São Paulo - SP

11 3123 7800

© Copyright 2014 - FESPSP - Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo

by HKL

Dúvidas?

Nós ligamos para você!

Envie seus dados através do formulário abaixo e nossos atendentes entrarão em contato com você!